Apoio ao TCU

Apoio ao TCU Aécio Neves faz frente de apoio aos ministros do Tribunal de Contas da União

Aécio Neves e líderes partidários de oposição estiveram nesta terça-feira (06/10), no Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília, para defender os trâmites de investigação contra as pedalas fiscais do governo da presidente Dilma Rousseff, em 2014.

Às vésperas do julgamento do processo das manobras fiscais utilizadas por Dilma para esconder rombos no orçamento do ano passado, a oposição fez frente, prestando solidariedade e defesa aos ministros daquela Corte.

A ação aconteceu em resposta à atitude grosseira e antidemocrática de intimidação no último domingo (04/10), quando ministros e o advogado-geral da União, ligado à presidente da República, pediram o afastamento do ministro Augusto Nardes, relator das contas do governo no Tribunal. Mesmo com a manobra do governo, o presidente do TCU manteve o julgamento das contas da presidente para o dia 7 de outubro.

Aécio Neves e líderes da oposição em reunião com ministros do Tribunal de Contas da União - Foto: George Gianni

Aécio Neves e líderes da oposição em reunião com ministros do Tribunal de Contas da União – Foto: George Gianni

Para Aécio Neves, a atitude do governo é inaceitável e vergonhosa. Ele defende que o julgamento ocorra com transparência, técnica e lisura.

Esse governo, não satisfeito em destruir a economia do país, não satisfeito em mergulhar-nos em uma das mais graves crises sociais da nossa história contemporânea, agora pretende aniquilar as nossas instituições com as ameaças que faz ao Tribunal de Contas. Não permitiremos que isso ocorra.” – Aécio Neves

Ainda de acordo com Aécio, aí está mais um papel da oposição: garantir a independência das instituições, para que elas trabalhem em favor do país e da democracia.

Nosso papel é garantir que as nossas instituições funcionem na sua plenitude, que ajam com independência, que ajam com a coragem que têm agido até agora.” – Aécio Neves