Presidente em baixa

Presidente em baixa Brasileiros, mais uma vez, reprovam Dilma Rousseff

Imagine hospedar em sua casa alguém que você não gosta, não tem a menor afinidade? Não é muito agradável, não é mesmo?

Mas é isso que o padrinho da presidente Dilma Rousseff está pensando em fazer com a afilhada. Lula sugeriu que ela viajasse pelo país, visitando os brasileiros, para tentar aparecer mais e mostrar que ela governa o Brasil.

Acontece que uma viagem da presidente, neste momento, é exatamente igual à uma visita chata e sem noção que aparece em nossa casa: ninguém quer receber.

Não é para menos. Na última pesquisa divulgada pela CNT/MDA nessa terça-feira (21/07), Dilma apresenta o pior resultado de popularidade, com 7,7%. O índice de rejeição de seu governo chega a 70,9%.

E quando o assunto é impeachment, mais de 60% dos brasileiros entrevistados são a favor da saída da presidente. Os dois motivos dessa saída são os que mais abordamos aqui, no Brasil, nos últimos tempos: as irregularidades na prestação de contas do governo (pedaladas fiscais) e a corrupção na Petrobras.

A CNT/MDA também simulou uma possível disputa de eleição entre Aécio Neves e Lula. Novamente, como já mostramos aqui, pelo IBOPE, Aécio venceria Lula no segundo turno com 49,5% contra 28,5% do candidato petista.

A pesquisa da CNT/MDA entrevistou 2002 pessoas, em 137 municípios de 25 estados do Brasil. O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

presidenteembaixa

Sobre o baixo índice divulgado pela pesquisa, Aécio Neves divulgou nota em sua página no Facebook. Ele acredita que a pesquisa reforça a indignação dos brasileiros com o estelionato eleitoral de que foram vítimas e se sente confiante de que a oposição está no caminho correto, trabalhando para o bem do Brasil.

Estamos no caminho certo defendendo os interesses dos brasileiros e buscando alternativas para tirar o país da crise ética, econômica e social a que nos levou o governo do PT” – Aécio Neves

Com tudo que os brasileiros vêm enfrentando depois das eleições (inflação, desemprego, insegurança), é até compreensível esta rejeição e desaprovação do governo.

E se a presidente Dilma Rousseff for mesmo visitar as cidades pelo Brasil, vai uma dica dos mais antigos: coloque uma vassoura atrás da porta que a visita desagradável vai embora rapidinho!