Transparência, Responsabilização e Meritocracia

Transparência, Responsabilização e Meritocracia Texto de Aécio Neves para fundos de pensão é aprovado na CCJ

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (09/03), o proposta de Aécio Neves que profissionaliza a gestão administrativa e financeira dos fundos de pensão das empresas estatais.

O projeto cria medidas que evita que os cargos de gestão sejam ocupados por padrinhos políticos, dando preferência aos profissionais capacitados, escolhidos através de um processo seletivo.

É um dos projetos mais importantes já discutidos e votados na CCJ, pois permite uma nova governança para os fundos de pensão. Nós todos estamos assistindo no que eles se transformaram a partir do apadrinhamento das indicações, da vinculação partidária dos seus dirigentes e dos negócios que fizeram que levaram a prejuízos em praticamente todos eles.” – Aécio Neves

O texto de Aécio tem como base três pontos distintos: transparência, responsabilização e meritocracia. E garante inovação para a gestão dos fundos de pensão.

O texto de Aécio Neves tem como base três pontos distintos: transparência, responsabilização e meritocracia. Foto: George Gianni

O texto de Aécio Neves tem como base três pontos distintos: transparência, responsabilização e meritocracia. Foto: George Gianni

O projeto propõe que 1/3 dos membros que compõem os conselhos deliberativo ou fiscal sejam profissionais da área e que haja, de fato, responsabilidade dos dirigentes para os casos de gestão imprudente ou desvios dos recursos.

Após a aprovação na CCJ, o projeto segue para o plenário para ser votado, em caráter de urgência.